Ordem dos Médicos Veterinários
Conselhos Regionais
C. Regionais
Orgãos
Conselho Regional Norte
Contactos

Tlf. +351 253 192 024
Fax. +351 253 192 232
Tlm. +351 929 049 226

Email

crnorte@omv.pt

Morada

Avenida D. João II, Lj 59, Nogueiró
4715-303 Braga

Horário

de 2ª a 6ª, das 10:00 às 13:00 e das 14:30 às 18:30

Conselho Regional Centro
Contactos

Tlf. +351 239 820 097
Fax. +351 239 822 618

Email

crcentro@omv.pt

Morada

Estrada de Coselhas, Edifício Vale Formoso, Lote 2, 1ºA
3000 Coimbra

Conselho Regional Sul
Contactos

Tlf. +351 213 567 000
Fax. +351 213 567 009

Email

crsul@omv.pt

Morada

Rua Filipe Folque, 10J, 4ºDto
1050-113 Lisboa

Horário

de 2ª a 6ª das 9:30 às 13:00 e das 14:00 às 17:30

Conselho Regional Madeira
Contactos

Tlf. +351 291 242 008
Fax. +351 291 098 231
Tlm. +351 962 264 306

Email

crmadeira@omv.pt

Morada

R. Direita, nº35, 2º, Loja I - Arcadas do Pelourinho
9050-450 Funchal

Horário

2ª a 6ª feira das 09:30 às 11:30

Conselho Regional Açores
Contactos

Tlf. +351 296 286 177
Fax. +351 266 098 098

Email

crazores@omv.pt

Morada

Rua Machado dos Santos, 96 - 1º andar
9500-083 Ponta Delgada

Horário

de 2ª a 6ª das 09:30 às 12:30

Conselho
Profissional e
Deontológico
Contactos

Tlf. +351 213 129 370

Email

cpd@omv.pt

Morada

Rua Filipe Folque, nº 10 J, 4º dto
1050-113 Lisboa

Horário

de 2ª a 6ª das 09:30 às 12:30

Assembleia
Geral
Contactos

Tlf. +351 213 129 370

Email

ag@omv.pt

Morada

Rua Filipe Folque, nº 10 J, 4º dto
1050-113 Lisboa

Horário

de 2ª a 6ª das 09:30 às 12:30

Conselho
Fiscal
Contactos

Tlf. +351 213 129 370

Morada

Rua Filipe Folque, nº 10 J, 4º dto
1050-113 Lisboa

Horário

de 2ª a 6ª das 09:30 às 12:30

Gabinete
Jovem
Email

gabinete.jovem@omv.pt

Morada

Rua Filipe Folque, nº 10 J, 4º dto
1050-113 Lisboa

Horário

de 2ª a 6ª das 09:30 às 12:30

Comunicado do Conselho Diretivo - Incêndio que vitimou animais de companhia em Santo Tirso

Comunicado do Conselho Diretivo - Incêndio que vitimou animais de companhia em Santo Tirso

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) lamenta a tragédia que vitimou os animais atingidos no passado sábado por um incêndio, em dois abrigos, no concelho de Santo Tirso (Porto), e alerta para a necessidade de se fazer um levantamento nacional de todos os canis e abrigos ilegais para animais abandonados.

Para a OMV, situações como a que ocorreu em Santo Tirso, evidenciam a dimensão nacional do problema relacionado com a existência de canis ilegais em Portugal e do número preocupante de animais abandonados todos os anos, no País.

Segundo Jorge Cid, Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, “esta tragédia podia ter sido evitada, e não devia acontecer em Portugal, um país europeu e que se quer evoluído. Trata-se de um problema nacional que para ser resolvido exige um estudo aprofundado do abandono em Portugal. O número de animais abandonados está completamente descontrolado com canis municipais sobrelotados, um elevado número de animais que permanecem nas ruas e abrigos ilegais sem condições e sem controlo das autoridades competentes.”

A Ordem dos Médicos Veterinários tem vindo a alertar para a problemática do abandono dos animais (cães e gatos), que está na raiz do problema de situações como a que ocorreu em Santo Tirso. O assunto está a ser analisado por um Grupo de Trabalho para o Bem-Estar Animal (Despacho nº 6928/2020), em que a OMV está representada, e que tem como missão a definição de uma estratégia nacional para os animais errantes.

Para evitar o abandono e a morte de mais animais em Portugal, a OMV defende várias medidas que passam pela educação da população, a promoção do controlo reprodutivo destes animais, um maior investimento na fiscalização e a integração de Médicos Veterinários na Proteção Civil, com a definição de planos de ação em situações de catástrofe para uma atuação célere e eficaz em contexto de crise.

Nos últimos anos várias foram as iniciativas legislativas aprovadas que visaram incrementar a proteção animal. Refira-se, como exemplos, a Lei nº 69/2014 (criminalizando os maus tratos a animais de companhia) ou a Lei nº 27/2016 [criação de uma rede de Centros de Recolha Oficial (CRO) de animais e proibição do abate de animais errantes como forma de controlo da população]. A sua tímida ou impossível aplicação, na prática, transformou a gestão dos animais errantes/abandonados num caos, patente em casos como este.

Partilhar
Agenda
Evento Geral Medicina Veterinária
Eventos OMV
Newsletter

Subscreva a nossa newsletter para se manter a par das novidades acerca da Ordem dos Médicos Veterinários.

Subscrever Newsletter