Ordem dos Médicos Veterinários

Pesquisa

Publicação do artigo "O médico veterinário que não sabe VS o ‘veterinário’ que não quer saber" no Jornal Público - Pedido de desculpa do autor Manuel Raposo

Na sequência da publicação do artigo “O médico veterinário que não sabe VS o ‘veterinário’ que não quer saber”, no passado dia 12 de junho de 2018, no Jornal Público, a Ordem dos Médicos Veterinários demonstrou junto deste meio de comunicação social a sua indignação face ao seu conteúdo, uma vez que não reflete a realidade da Classe Médico-Veterinária.

A Ordem dos Médicos Veterinários repudia veementemente tais declarações que não se enquadram na realidade da Classe Médico-Veterinária, que se rege por princípios e regras deontológicas e se caracteriza como uma Classe exigente, honesta, trabalhadora, com espírito de iniciativa e sempre empenhada na atualização permanente dos seus conhecimentos.

É de estranhar como um Jornal de renome como o “Público” tenha permitido tal publicação sem confirmar a veracidade do respetivo conteúdo junto da entidade competente, nomeadamente a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV), que é a entidade reguladora da atividade profissional, entre outras atribuições. A Ordem dos Médicos Veterinários disponibiliza todos os mecanismos para a jurisdição da atividade médico-veterinária de forma que os seus membros e a sociedade em geral possam expor as suas queixas relativas à prestação de serviços por parte dos Médicos Veterinários, sendo as mesmas apreciadas pelo Conselho Profissional e Deontológico (CPD), que aplicará o código deontológico vigente.

Face ao direito de resposta por parte da Ordem dos Médicos Veterinários foi solicitado ao Jornal Público a divulgação de nova comunicação deste autor (veja aqui), onde o mesmo se retrata pedindo desculpa pelo artigo publicado, no entanto esta situação foi recusada por parte daquele meio de comunicação social.

O Conselho Diretivo